Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

NOTÍCIAS

Em vídeo, ganhador do Nobel Ramos-Horta destaca relevância do seminário Diálogos pela Paz e Justiça

​​​Ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1996 pelos esforços que levaram ao fim dos conflitos no Timor-Leste, o ex-presidente do país, José Ramos-Horta, destacou a importância do seminário virtual Diálogos pela Paz e Justiça, que será realizado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pela Embaixada da Paz no próximo dia 27, das 8h30 às 11h30 (horário de Brasília).Segundo Ramos-Horta, o tema da paz e da justiça é "muito importante e oportuno", e os debates a respeito perpassam "qualquer sociedade, em qualquer tempo". Ele comentou que o evento reunirá várias personalidades, como o ativista indiano Kailash Satyarthi, conhecido por sua luta contra o trabalho infantil e também laureado com o Nobel da Paz. Clique na imagem para ver a mensagem de José Ramos-Horta.  Pain​​elistasO seminário virtual terá transmissão ao vivo no canal do STJ no YouTube e oferecerá certificado para quem fizer inscrição e registrar presença no dia do evento.  Na abertura do seminário, estarão presentes o presidente do STJ, ministro Humberto Martins; o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux; e a embaixadora da paz, Maria Paula Fidalgo.O primeiro painel será presidido pelo ministro do Tribunal Superior do Trabalho Lélio Bentes Corrêa e terá como painelistas Ramos-Horta e Kailash Satyarthi. O segundo painel, também presidido por Lélio Bentes Corrêa, contará com a participação do ministro do STF Dias Toffoli e do ministro do STJ Herman Benjamin.Lide​​rançasChanceler, primeiro-ministro e presidente do Timor-Leste de 2001 a 2012, José Ramos-Horta foi um dos principais líderes da resistência timorense durante a ocupação pela Indonésia entre 1975 e 1999. Os seus esforços em organismos internacionais, como as Nações Unidas, e a mobilização da opinião pública internacional contribuíram decisivamente para a resolução do conflito. Por essas razões, Ramos-Horta foi laureado com o Prêmio Nobel da Paz, ao lado do bispo católico Carlos Filipe Ximenes Belo.Kailash Satyarthi atua no movimento indiano contra o trabalho infantil desde a década de 1990. Sua organização, a Bachpan Bachao Andolan, agiu para retirar milhares de crianças e adolescentes de persas formas de condições análogas à escravidão, dando-lhes oportunidades de acesso ao ensino e a condições dignas de vida. Ele pidiu o Prêmio Nobel da Paz de 2014 com Malala Yousafzai.​​
13/05/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia